quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Tati Bernadi

“Mas a gente espera, lá no fundo, perdido, soterrado e cansado, que a vida compense de alguma maneira.”