domingo, 15 de setembro de 2013

Indecisão

Sou louca
Sou paranoica

Ninguém se aproxima de mim

E tenho a mania imbecil de afastar as pessoas
Afastá-las de mim

Só gosto de quem não devo

Corro atrás de quem corre atrás de outro alguém

Às vezes a solidão é meu castigo, meu desespero

Outras é minha calma, minha solução

Ás vezes madura demais 

Ás vezes experiente demais
Para a minha insuportável adolescência
Outras vezes
Ingênua, infantil, superficial

Ás vezes o mais insuportável fogo

Outras vezes o mais frio gelo
Doce e amarga

Ora com a vontade enorme de viver

Ora com o desejo incontrolável de se matar

Mato a vida, ou destruo a morte?