terça-feira, 24 de setembro de 2013

Modo

Sempre anda só
Não tem amigo algum
Mas gosta de ser assim
Troca o dia pela noite
A luz pela escuridão
Gosta de observar a chuva
Ama ver o luar
Observar as estrelas
Odeia sair de casa
Não teme à morte
É fã de lugares sombrios
Ama Rock N'  Roll
Adora preto
Veste só o que gosta
Não se encana com a balança
E ama ler bons livros
Tem sua própria religião
Segue sua própria doutrina
Possui suas próprias regras
Não ama, não odeia
Não chora, não sorri
Não sente?
Ah, sente sim!
Não é mal
Mas também não teria passe livre para o céu
Tem seus sonhos, seus monstros, seus pesadelos
Tem muita coragem, mas também possui seus medos
É mortal, é imortal
É o que quiser
Vive no seu mundo próprio
Mas sai dele às vezes, por alguns instantes
Para ver como estão as coisas lá fora
Perde-se no tempo
E odeia contar as horas
Essa é sua rotina
E não é o único ser a viver assim.