terça-feira, 15 de abril de 2014

Nota

Estive distante esse tempo inteiro, parei de escrever, de desenhar, parei por que faltou inspiração, minha vida mudou radicalmente últimos meses, uma montanha-russa cheia de altos e baixos.
Por um instante achei que houvesse encontrado o amor, e sim, eu o encontrei, mas, ele se foi, se foi como em todas as outras vezes que fugira de mim.
Ainda me falta inspiração, ainda choro durante as noites, e ainda passo noites em claro, mas, sim, aprendi a controlar o sofrimento, e mesmo que eu ainda seja um poço de sentimentos que transbordam de mim, eu me sinto bem.
De certo ainda sou bipolar. Mas agora me preocupo comigo, não com os outros, e vou parar por aqui com esse discurso de filme americano...
Estarei de volta mais vezes...