terça-feira, 6 de maio de 2014

Viva!

Viva para ver a desgraça dos homens
Viva para ver a humanidade se destruir
E quando não houver mais chance a nenhum mortal
Só então poderás partir

Viva, para sentir a alegria em vê-los
Matando e morrendo de formas banais
Viva para ver os presidentes
Sendo devorados pelos animais

Viva! Viva! Viva!
Veja o melhor espetáculo do mundo
Mortais implorando pela morte
Nesse matadouro imundo

Oh! Quão doce será esse momento!
O mais belo de todos os dias!
São só humanos insignificantes
Verás o fim das suas agonias

Doce e querida criança
És um ser mais que tão belo
Verás o fim de todos os homens
Lá do alto, em seu castelo.

Agora durma amor
Durma e sonhe lindo anjinho
Ouvindo a melodia da noite
Que o embala com carinho