sexta-feira, 20 de junho de 2014

Esquecimento

Bom, sei que isso é muito clichê, ainda mais de uns tempos para cá, mas, eu tenho um medo, esse medo é como um fantasma a me assombrar, um demônio que me tortura. Eu tenho medo de ser esquecida, medo do esquecimento. 
Esse é um dos maiores medos que tenho, e bom, eu tenho vários. Minha vida inteira é repleta de medos bobos. Mas, o medo de ser esquecida, é realmente grande e assustador, é devastador. 
O problema é que, eu sempre sou esquecida, por que o medo paralisa, ou faz você agir de forma com que ele se torne concreto. O medo de alguma coisa, só atrai essa coisa.
De tanto temer. acaba acontecendo. De tanto imaginar o esquecimento, acabo tornando-o real.
Pessoas entram na minha vida, fazem com que eu me importe com elas, e depois simplesmente me esquecem. Bom, não assim, de uma hora para outra, mas, depois que o meu medo de ser esquecida, se reflete em minhas atitudes, e fazem elas partirem, me esquecerem. Mas, ás vezes nem é o meu medo, ás vezes sou esquecida por elas de maneira simples mesmo. 
Sou esquecida de várias maneiras: de maneira fácil, de maneira simples, de maneira rápida ou gradativamente.
Sou esquecida e substituída, como uma peça velha de um carro, ou pilhas esgotadas de um brinquedo.
Sou esquecida, e deixada para trás.
Sou transformada em passado
Sou um passado que é apagado
História começada, mal escrita, não terminada e apagada
As pessoas me esquecem. Eu, as guardo sempre na minha memória.