sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Ele não presta

Hey, anjo
Você não presta
Você veio para bagunçar minha vida
Você some do nada
Você diz que vai casar
Você me despreza
Você volta depois de um tempo
Você me pede perdão
Você diz que quer me beijar
Você me deixa sem ação
Você me desarma, me amarra, me coloca na palma da sua mão
Você sabe que seu jeito cafageste me irrita
Você sabe que jeito torto me seduz
Você sabe que seu jeito meigo me excita
Você sabe e sabendo disso me induz
Você me induz a correr atrás de ti
A mendigar a sua atenção
Você me induz a te querer
E induzida nunca digo não
Você sabe que um dia isso acaba
Você sabe que um dia eu vou te esquecer
Queira os céus que o dia chegue a tempo
A tempo antes que eu mate você.