segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Migalhas

Vivo de migalhas de ti
Migalhas da tua atenção
Migalhas do teu carinho
Migalhas do teu tempo
Migalhas do teu cheiro
Migalhas!
E eu não consigo parar de aceitar as migalhas que tu me dás.
Eu, pobre passarinho feio que não sabe voar, à espera das tuas migalhas.
Enquanto tu se dás por inteiro às galinhas
Triste fim para mim, morrerei te desejando
Por que só migalhas de ti não me alimentam.