quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Desejo à vocês todos


Desejo à vocês todos toda felicidade do mundo
Toda felicidade que infelizmente não terei
Desejo à vocês todos todo amor do mundo
Não que sejam amados como eu não fui
Mas, que sejam amados como eu amei
Desejo a vocês todos todas as lágrimas do mundo
As lágrimas de alegria, as quais não chorei
Desejo à vocês toda vida do mundo
Que vivam da forma que eu ainda não vivi e jamais viverei

domingo, 23 de novembro de 2014

Versos

A vida é sinistra
Não me sinto viva
Mas, viva estou
Paralisada por algo maior que eu
Uma força que me impede de seguir em frente
De fazer o que devo
De fazer o que é certo
Então não vivo
Apenas sobrevivo

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Toque

Eu não gosto do teu toque
Por que és tão insistente assim?
Sabes que gosto de ti
E que não gostas de mim

Tu se aproveitas disso
Dessa minha fragilidade
E ficas com tuas mãos bobas
Mas, não me amas, essa é a verdade

Me sinto fácil, boba, usada
Piriguete, algo assim
Mas, não resisto aos teus beijos
Quando estás perto de mim

Espero poder resistir
E que não seja tarde demais
Que nada tenha acontecido
E que eu não volte atrás.