quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Encontros

Mas, quem sabe um dia a gente não se encontra.
Por aí, por acaso...
A gente se esbarra
E quase nem nos reconhecemos
Mas, aí uma diz à outra: eu te conheço de algum lugar, não, espera, é você!
Aí a gente ri, se abraça e fica batendo um papo até uma olhar no relógio e ver que está atrasada para alguma coisa...
A gente se despede e ficamos na esperança de se reencontrar um dia.