sábado, 23 de maio de 2015

Chuva e madrugada

O céu poderia estar chorando
De tristeza ou de alegria
Mas na verdade é só a chuva
Numa madrugada fria
Água escorrendo pelo telhado
Pingando devagar no chão
Coração batendo calminho
Pinga a chuva no sertão
No silêncio da madrugada 
O sono insiste em não vir
E eu fico ouvindo a chuva 
Calmamente a cair.

- Nina