terça-feira, 8 de setembro de 2015

Amar, amor

Amar, amor é um dom
Amar é acertar o tom

Amar, amor, é uma arte
Da qual sofrimento não parte

Amar, amor, é faltar o ar
Quando vês o teu amor passar

Amar, amor, é ilusão
Devaneios do coração

Amar, amor, não dói
Amar sozinho é o que destrói

Amar, amor, é poema
É estar em um filme, e na melhor cena

Amar, amor, é poesia
É música, som, ritmo, harmonia

Amar, amor, nunca amei
Se amei, ninguém sabe, eu não sei
Apenas imagino que sei