quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Olhos de Mar

Olhos hipnotizantes
Azuis da cor do mar
Uma imensidão de mar
Perigoso mergulhar

Olhos de mar
Mais profundo que existe
Com toda beleza do mundo
E também o mar mais triste

Um olhar de mar azul
Um azul maravilhoso
Enganava marinheiros
Era um mar bem perigoso

Mar de navios naufragados
Mar com o cheiro da morte
Só se escapa desse mar
Aquele que tem muita sorte

Bonitos e traiçoeiros
Esses olhos cor de mar
Não espere deles piedade
Pois piedade não há

É como encanto de sereias
Que cantam sob o luar
Os olhos de mar hipnotizam
Para depois devorar