sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Quem quiser me amar

Quem quiser me amar terá que me amar do jeito que sou, com todos os meus defeitos e "imperfeições", todas as coisas que uma mulher "normal" não deve ter, mas que eu tenho.
Quem quiser me amar, terá que me amar assim, com o cabelo enroladinho e a pele de chocolate, com esse sorriso de dentes tortos e amarelados, com essas unhas roídas também.
Quem quiser me amar terá que me amar com essa intensidade de sentir que eu tenho, com minhas incertezas, meus medos bobos e minha insegurança.
Quem quiser me amar tem que me amar sabendo que eu mudo de idéia constantemente e que sou a pessoa mais indecisa que existe, e a mais impulsiva também.
Quem quiser me amar tem que me amar sabendo que eu sou o que sou, e que não deve me obrigar a mudar, apenas me ajudar nas mudanças que ocorrerão naturalmente.